terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Preconceito do Preconceito do Preconceito que não acaba nunca...


Escrevi hoje no facebook isso:

Quem forma os pré-preconceituosos? Quem instiga a raiva ao diferente de si? Que geração de jovens mais velhos que anda detonando a dos jovens mais novos que gostam de Restart? Não tenho como ficar calada se hoje a foto do dia não é mais o BBB, mas o vocalista do Restart todo ensanguentado. Só tenho um recado a dar, não ao público daquele show, mas àqueles que fizeram alguém do público daquele show odiar o Restart: parabéns. Parabéns aos incitadores da "boa música" que vivem a avacalhar o Restart, sob argumentos pseudointelectualizados que explicam através do acorde tal do "não sei o quê" o por quê do Restart ser ruim nas suas concepções. Restart pode não ser a melhor banda do mundo, mas tem uma gurizada nova no pedaço e extremamente jovem que meteu a cara a tocar música e aprende um pouco a cada dia. Nome disso? PRECONCEITO. Virou sinônimo de "sou intectual da música, odeio Restart". Para mim é o mesmo que dizer "sou preconceituoso com alguma coisa que um jovem inventar que não seja da minha geração ou da geração antes da minha geração". E por aí poderia utilizar o festival de preconceito de uma camada jovem quanto à outros que fazem sucesso na mídia, ainda que seja esta mídia da indústria cultural - que é outro debate. Como cantava Elis, só posso pensar que "ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais"... Um povo que um dia batalhou para a superação do preconceito de geração, para as invenções das novas gerações, para o respeito, hoje reproduz a mesmíssima porcaria com quem é mais jovem. Uma PENA.

1 comentários:

elaine macena,  7 de agosto de 2012 13:11  

eu amoo o pelanza se eu estivesse nesse show e visse quem fez isso eu matavaa !!!

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO