segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Para remover sentimentos e pensamentos...

..............Muito bem, vamos lá: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Sem muito exagero... Maldita intensidade que me mata... Vai estudar, Ingrid! Por hoje tá bom. Amanhã é outro dia.

Continue lendo >>

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Aprendendo sempre...


Eu tenho aprendido muito nestes últimos meses. Principalmente nestes últimos dois meses. Tenho incrivelmente aprendido a olhar para dentro. Passei muito tempo olhando só para fora, só me preocupando com tudo e com todos e não olhando para mim mesma. E acho que tudo estava desmedido. Não é bom olhar só para si. Não é bom olhar só para os outros.

Nestes últimos tempos tem me chamado muito a atenção para pessoas egocêntricas. Definitivamente, eu não as curto. Elas me lembram o Renato Russo quando ele diz que "falam demais por não ter nada a dizer". E quem só discursa sem a humildade de ouvir deve rever sua relação com o ego. Em compensação o contrário também não é saudável. Quem não se preocupa muito consigo me inquieta também.

Nesse meio todo me pergunto onde eu estou? Onde me encaixo? E a cada dia me descubro um pouco mais. E eu estou gostando de me descobrir. Estou gostando de perceber que eu não sou tão forte quanto pensava que era. Ser forte significa não relaxar nunca... e eu quero relaxar! Estou descobrindo que o cubo de gelo que criei no coração tem chance de se derreter. Desacomodar do lugar onde eu me encontrava, do estado em que me encontrava, remexeu minha química. Isso está sendo bom.

Só eu sei o quanto isso me faz bem. Pensei que seria uma ogra insensível para o resto da vida...

Vida! Tenho sede! Não quero envelhecer em vão. Não quero envelhecer acomodada. Não quero envelhecer sem ternura!

É incrível, mas tenho prestado atenção em cores que não sei o nome... cores de Almodovar, cores de Frida Kahlo, cores!

"Eu ando pelo mundo, divertindo gente, chorando ao telefone"...



Continue lendo >>

domingo, 14 de outubro de 2012

E por falar em flores...

Nos últimos tempos tenho tido falta de vontade de algumas coisas... De ver TV... De saber o que aconteceu com a novela que todo mundo tanto fala no facebook... De assistir o Inter jogar... De abrir jornais... De assistir noticiários... De ler especulações e acusações diversas no facebook sobre política... De mexer no facebook dos outros, coisa que eu já fazia bem pouco por incrível que pareça... De dirigir... De forçar ser qualquer coisa que não sou em nome da simpatia... De forçar fazer qualquer coisa que não quero em nome da educação... De pensar em coisas que me deixem de baixo astral... E tenho tido muita vontade... De falar de flores... Como nunca antes.

Continue lendo >>

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Roubando relatos

A da Renata é de questões financeiras. A do Leandro é: tá, e aí? É isso? A Inajara é bicho da rua. Ela fica assim: tá, e agora? A Renata quer fazer, quer ter... Ela quer coisas. Isso é o que incomoda mais ela. A Inajara sabe que não tem porque não priorizou. A Renata poderia peitar as coisas e não peitou. Isso foi sobre a crise dos 30, em plena cozinha do Bistrô...

Continue lendo >>

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO